[Foto: ADRA]

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) continua respondendo ao devastador terremoto que atingiu a península de Noto, no Japão, em 1 de janeiro de 2024. A ADRA está ativamente envolvida na prestação de assistência crucial às comunidades afetadas.

O terremoto, de magnitude 7,6, causou a morte de mais de 230 pessoas, deixando um rastro de destruição, afetando centenas de comunidades e causando danos significativos a residências e infraestruturas. Com mais de 44 mil domicílios afetados e milhares de pessoas ainda vivendo em centros de evacuação e em condições precárias, a situação permanece desesperadora e requer uma intervenção humanitária urgente.

A ADRA Japão respondeu rapidamente à crise, realizando avaliações completas das necessidades por meio de sua rede de organizações de ajuda em catástrofes. Essas avaliações são cruciais para entender as necessidades imediatas da população afetada e formular estratégias de resposta eficazes.

[Foto: ADRA]

[Foto: ADRA]

“Um dos principais objetivos da resposta da ADRA é adquirir e distribuir suprimentos essenciais como alimentos, água, abrigo e itens de higiene. Esses suprimentos são críticos para atender às necessidades básicas dos sobreviventes nos centros de evacuação e nas áreas afetadas”, disse Chanda Marines, coordenadora da Rede de Programas e parte da Resposta Internacional de Emergência da ADRA.

[Foto: ADRA]

[Foto: ADRA]

Além disso, a ADRA oferece suporte para a operação de centros de voluntários para catástrofes, facilitando a coordenação entre as organizações de socorro e garantindo a proteção de grupos vulneráveis, incluindo idosos, pessoas com deficiência, mulheres e crianças.

Consciente dos efeitos a longo prazo da catástrofe, a ADRA está ativamente envolvida nos esforços de recuperação a médio e longo prazo. Isso inclui avaliações de habitações, reparos, apoio às operações dos centros de voluntários e ajuda à comunidade para restabelecer a normalidade e os meios de subsistência.

[Foto: ADRA]

[Foto: ADRA]

Apesar dos enormes desafios, como as contínuas réplicas e as adversidades climáticas, a ADRA está dedicada a ajudar os necessitados. A organização continua trabalhando diligentemente com agências governamentais, organizações locais e parceiros internacionais para aliviar o sofrimento causado pelo terremoto. A ADRA tem mais de 40 anos de experiência ajudando as comunidades japonesas.

A versão original deste artigo foi publicada pelo site da ADRA.

arrow-bracket-rightComentárioscontact